“Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão. Tranquilidade e inconstância. Pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono! Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer…”

Clarice Lispector

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Antologia "Belezas da Paraíba"

A antologia "Belezas da Paraíba: Poesias e contos", organizada pela escritora Jô Mendonça será lançada no dia 24 de fevereiro no Casarão 34 às 19hrs, em João Pessoa/PB.
O meu poema "Justificativa" está na antologia e tem a participação de outros autores paraibanos como Jairo Cézar, Anna Apolinário e Mirtes Waleska.



JUSTIFICATIVA

Juntas as mãos
espalmadas.
Antes passos errantes.
Perdição.
Deus teve piedade
Não precisaria de mais almas vagabundas.
Cruzou caminhos
acertou os compassos.
Acasos inexplicáveis.
Acasos?
Partes da mesma fornalha
separados por acidente.
Uma falha humana do onipotente
consciente a tempo
juntos novamente os cacos
Ele respira aliviado
.


Um comentário:

Luis Fernando disse...

Tem um conto da minha namorada nessa antologia... Tô curioso para ler essa obra

Bom poema!